Política

Xinjiang, terra dos mulçumanos Uyghurs, é a nova fronteira eólica da China

A região autônoma de Xinjiang, no noroeste da China, foi notícia nos principais jornais do mundo em julho do ano passado, quando 197 pessoas morreram e outras 1.721 ficaram feridas em uma série de conflitos entre a polícia chinesa e manifestantes Uighurs, mulçumanos de origem turca que formam a maioria da população naquela parte do país.

Mas Xinjiang tem ganhado fama também como a principal fronteira chinesa da energia renovável.

As fazendas de energia eólica da região receberam recursos vultosos do governo e agora a China já está sendo reconhecida como o melhor lugar do planeta para se investir em energia verde.

Como consequência, Xinjiang vive um boom econômico.

A prosperidade, no entanto, não chega a todos e os Uighurs vêm o momento atual como mais um estágio do longo processo de colonização promovido pela República Popular da China.

Os mulçumanos Uighurs se dizem discriminados, como mostra a reportagem da rede de TV Al Jazeera, traduzida e legendada pelo Blog Mundo Possível.

http://www.youtube.com/v/qCGfg0emKx8?version=3

Leave a Reply